Vem, colágeno!

07/10/2019 | Dicas de Saúde

Se você tem perto de 30 anos de idade, muito provavelmente já ouviu falar em colágeno. E, mais do que isso, busca meios para ter a sua produção estimulada. Acertei? Então este post é para você.

Ter uma pele bonita e saudável é o desejo de muita gente que busca estar sempre de bem com a saúde do seu corpo e rosto. E isso está associado à presença de colágeno em nosso organismo. O colágeno é a proteína responsável pela firmeza e elasticidade da pele, e é produzido naturalmente pelo organismo. Ou seja, quanto mais presente, maior o aspecto de jovialidade da pele.

A questão é que, a partir dos 30 anos de idade, a curva de produção do colágeno começa a cair e, em geral, resulta em sinais mais intensos de flacidez da pele após os 40 anos. A diminuição da produção dessa proteína, associada à exposição excessiva ao sol, tabagismo, poluição, estresse e má alimentação, resulta inicialmente em uma aparência cansada, flácida e com rugas de expressão.

Mas nem tudo está perdido, há uma boa notícia aqui. Nos últimos anos, uma série de substâncias foram estudadas e lançadas no mercado para tratar o envelhecimento da pele. Essas substâncias, associadas a protocolos de tratamentos, ajudam a trazer de volta o aspecto jovem da pele – tanto do rosto, quanto do corpo.

Os queridinhos da vez

Os queridinhos da vez na busca por uma pele viçosa e com menos flacidez são os bioestimuladores de colágeno. Eles são substâncias capazes de estimular nossas células a produzirem colágeno, fazendo com que a pele permaneça firme e preserve a elasticidade por mais tempo. Os mais utilizados são a hidroxiapatita de cálcio, o ácido polilático e a policaprolactona, mais conhecidos pelos nomes comerciais Radiesse, Sculptra e Ellansé.

A MedCal oferece o que há de mais moderno nos tratamentos muito modernos com esses bioestimuladores. Eles compreendem procedimentos minimamente invasivos, semelhantes à aplicação dos preenchedores, quase sem efeitos colaterais e com ótimos resultados. 

O produto é distribuído em alguns pontos da face ou do corpo com uma microcânula bem fina, para minimizar a probabilidade de equimoses (roxinhos) e edemas (inchaços). É possível voltar ao trabalho no mesmo dia, mas é recomendado não fazer esforço físico nas 24 horas seguintes, já que a área fica sensível e um pouco dolorida. Também deve-se evitar praia, piscina, sol e locais que trazem risco de contaminação. 

Resultados duradouros

Uma coisa superinteressante desse tratamento, que pode ser realizado tanto no rosto quanto no corpo (mãos, pescoço, barriga, braços e glúteos), é que o estímulo do colágeno acontece por até 18 meses após a aplicação. O resultado não é igual para todos, vai depender da capacidade individual de produzir colágeno, que pode ser influenciada pela idade, tipo de pele e estilo de vida.

Quer saber mais sobre os tratamentos com bioestimuladores de colágeno? Marque hoje mesmo uma consulta com nossa dermatologista, Dra. Daniela Zanardi Caldart pelo telefone (47) 3363-6066, WhatsApp (47) 98469-1473 ou no pelo Agendamento Online.