Laser íntimo: benefícios, indicações, mitos e verdades sobre o tratamento

06/11/2019 | Informativo

Procedimentos ginecológicos a laser podem mudar para melhor a vida de muitas mulheres. Indicado para o tratamento da atrofia vaginal, de dor na relação sexual, aumento nos casos de infecção e incontinência urinária, entre outros, o procedimento assegura melhoria na qualidade de vida. "As sessões são rápidas, podem ser feitas em qualquer época do ano e, graças à aplicação de anestésico local, também são indolores", afirma a Dra. Jane Cristina da Costa, ginecologista e mastologista da MedCal.

Como acontece com a maioria dos novos tratamentos, quando lançados, eles trazem consigo uma série de mitos. Para ajudar nossas pacientes a conhecerem melhor as vantagens do laser ginecológico, preparamos uma lista rápida com alguns mitos e verdades sobre ele. Confira!

O tratamento da atrofia vaginal a laser serve apenas para mulheres na menopausa.

MITO - A partir dos 30 anos, o organismo já dá sinais de redução na produção de colágeno na mucosa vaginal, podendo causar, entre outras coisas, flacidez, perda do tônus e da lubrificação vaginal. 

O laser pode solucionar problemas de incontinência urinária.

VERDADE - Ao elevar a temperatura da mucosa intravaginal, o laser melhora o tônus da musculatura, auxiliando no tratamento de pacientes com leve incontinência urinária (ao fazer exercícios ou tossir, por exemplo).

O tratamento é doloroso e perigoso

MITO - O procedimento é realizado por um profissional ginecologista capacitado, dentro do próprio consultório. O aparelho, semelhante ao de ecografia transvaginal, emite um laser que estimula a produção do colágeno e é minimamente invasivo. Além disso, utiliza-se um anestésico local em creme, garantindo conforto ao procedimento.

O tratamento e as sessões são longos

MITO - Cada sessão dura em média 30 minutos, e a indicação, na maioria dos casos, é de cerca de três sessões, com intervalos de 1 mês entre elas.

A recuperação é rápida

VERDADE - Após a aplicação, não existe nenhuma restrição quanto a atividades físicas ou limitações no trabalho. As únicas recomendações após a sessão são a abstinência sexual de 3 a 5 dias e a hidratação local com creme por alguns dias.

Os resultados são sentidos rapidamente

VERDADE - Em muitos casos, a paciente já percebe resultados após a primeira sessão. A quantidade de sessões varia conforme o caso e a indicação do tratamento.

Mitos e verdades esclarecidos, que tal agendar uma consulta com nossa especialista? Ela pode realizar uma avaliação médica, tirar dúvidas que ainda existam e orientá-la sobre indicações para o procedimento. Ligue para (47) 3363-6066, envie mensagem pelo WhatsApp (47) 99696-1473 ou acesse o Agendamento Online.