Mito ou verdade: Fone de ouvido causa perda auditiva?

06/02/2020 | Dicas de Saúde

"Tira esses fones do ouvido, menino. Você vai acabar ficando surdo!" Pode até parecer mais uma daquelas sabedorias de mãe, mas fato é que o uso abusivo e inadequado desses equipamentos tem levado muitos usuários à perda de audição. 

É consenso entre os pesquisadores que a perda auditiva começa a se manifestar a partir dos 50 anos, sobretudo em razão do envelhecimento natural. “O problema é que pessoas cada vez mais jovens começam a relatar dificuldades para ouvir”, afirma Dr. Adriano Caldart, médico otorrinolaringologista da MedCal.

Um dos principais responsáveis por este novo cenário é justamente o uso contínuo dos fones de ouvido. Cada vez mais acessíveis, principalmente pela popularização dos smartphones, esses acessórios transformaram-se em amigos inseparáveis de crianças e adolescentes.

“É importante lembrar que o uso diário de fones de ouvido, por mais de 4 horas seguidas e em volume alto, pode ser prejudicial à saúde auditiva. Mesmo que a curto prazo não sejam percebidas alterações significativas, o risco de danos à audição deve ser levado em conta”, adverte o especialista.

Sendo assim, devemos ficar atentos aos sinais de alerta como dor, zumbido no ouvido, dificuldade de entender algumas palavras... Em caso de ocorrência de algum destes sinais, procure um Otorrinolaringologista de sua confiança!

E, desde agora, fique ligado nessas dicas importantes para o correto uso dos fones de ouvido:

  • Deixe o volume do aparelho no máximo em 60% de sua potência (muitos smartphones já alertam quando o volume ultrapassa esse limite); 
  • Tenha cuidado para que o som não seja ouvido pelas pessoas ao seu redor. Isto pode significar que o som está acima de 85 dB, o que provoca danos às células auditivas;
  • Evite o uso dos aparelhos por muitas horas;
  • Evite o uso em ambientes ruidosos, pois isso faz com que se aumente o volume para competir com o ruído ambiente;
  • Não durma com o aparelho ligado, pois o ouvido precisa de descanso para se recuperar da sobrecarga sonora diurna;
  • Prefira fones de concha aos intra-auriculares;
  • Evite a utilização do fone em apenas uma orelha, o que nos obriga a aumentar a intensidade do som para compensar a falta de estímulo do outro lado.

Exames e consultas periódicas ao especialista podem ajudar a prevenir a perda auditiva. Marque hoje mesmo a sua consulta com nosso otorrinolaringologista. Ligue para (47) 3363-6066, envie mensagem pelo WhatsApp (47) 99696-1473 ou acesse o Agendamento Online.